Verminose – O que é e como tratar



  

Facilmente contraída, a verminose se mostra um verdadeiro vilão para seus pet, sua ação sigilosa aliado a sua ausência de sintomas nos primeiros períodos de infecção dificultam seu tratamento preventivo.

Essa doença possui diversos veículos de contaminação, desde alimentação com restos de carnes cruas e infectadas, ao permitir que seu pet explore o lixo de sua casa, com água imprópria para consumo e ou até mesmo no contato com outros animais que estejam infectados.

É interessante salientar que esta doença não ataca somente cães já debilitados e não raramente cachorros saudáveis possuem vermes em quantidades que naquele momento não apresentam riscos para a saúde do animal. Portanto é imprescindível manter atualizada a carteira de vacinação do seu animal. Além de manter em dia a vermifugação do seu cachorro: é ideal que mensalmente seu cão consuma algum tipo de vermífugo. A ingestão pode ser dar através de pílulas misturadas na comida ou até mesmo diretamente ao animal.

Talvez a maior dificuldade em erradicar esta doença esteja na desatenção por parte dos donos sobre esta doença, ainda mais em um país em que a maioria dos criadores trata os cachorros como bichos selvagens.





Veterinários alertam que os vermes são encontrados não somente no estômago, mas também nos pulmões, rins, fígado e até no coração, portanto para garantir a saúde do seu animal de estimação não se esqueça de vermifugá-lo com frequência. Dê atenção redobrada aos filhotes, que são muito mais sensíveis a esta contaminação.

Por Fernando Setoue



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *